Habit Tracker e a evolução dos seus hábitos

Você sabe porque boa parte das suas metas e objetivos se esvaem ralo à baixo? Um dos motivos mais comuns é a falta do hábito. A maioria de nossas metas são mudanças radicais e que nosso cérebro ainda não está pronto para aceitar. É preciso de muito foco, disciplina, vontade e auto-consciência de cada ato para realizarmos atividades que não estão em nosso piloto automático, ou seja, nossos hábitos.

Imagine ser uma pessoa sedentária há 20 anos. Você foi, pulou as 7 ondinhas na praia e pensou: esse ano vou ser fitness, comer só folha e ir na academia 6x na semana. Se você conseguiu de primeira, vou te admirar para o resto da minha vida, porque você tem mesmo muita vontade e auto-consciência. Para o resto dos mortais como eu, nós vamos comer folha no primeiro dia, ir duas vezes na academia (sendo otimista) e então começa a rotina de trabalho, esquece de comprar a saladinha pro almoço, teve uma reunião e faltou na academia… Quem já não passou por isso, mesmo que em outro tipo de exemplo que não seja fitness?

Hábito é piloto-automático. Para criar um novo hábito você vai precisar, sim, de muita disciplina e auto-consciência. Você precisa olhar pro brigadeiro e dizer não para ser fitness; você precisa olhar pra conta jogada na mesa e arquivar para ser organizado; você precisa lutar contra seu maior instinto e vilão: o piloto-automático do mau hábito. É uma luta diária, mas se o objetivo te vale a pena, então arregasse essas mangas e mostre quem é que tá no controle dessa sua vida (você ou seus velhos hábitos?).

E como sei o quão difícil é mudar hábitos ou implementar novos, trouxe o teste que fiz recentemente por aqui, afinal eu também estou em constante luta com meus hábitos.

 

Habit Tracker

Dizem por aí que quem não mede, não gerencia. Com base nisso aí, eu te pergunto: como você sabe se seu hábito está evoluindo? Eu funciono bem quando olho o todo e consigo comparar, por isso iniciei o meu Habit Tracker – que nada mais é que um rastreador dos seus hábitos.

O Habit Tracker permite avaliar a evolução dos hábitos de maneira bem simples e rápida. Você bate o olho e já sabe o que tá indo bem e o que nem tá indo. É uma técnica simples de implementar e você pode fazer em folha, caderno, planilha ou até aplicativo pro celular.

Se preparando para um Habit Tracker

1. Liste seus hábitos
Antes de se preocupar em decidir como irá fazer, você precisa se preocupar com o que quer implementar. Liste tudo o que você gostaria de mudar – É meditar todos os dias? Ler todas as noites? Parar de comer doce? Também adicione o nível de importância e urgência para cada hábito e aproveite para incluir o motivo dessa implementação – às vezes ele é importante hoje, mas talvez você já não se importe mais com isso em 6 meses.

Vale lembrar que você pode e deve mudar essa lista quantas vezes precisar durante o ano. Não se prenda na ideia de que se um dia colocou ali, é porque precisa realizar – se não tem mais vontade, apenas risque da lista e pronto.

2. Um de cada vez
Escolha um, no máximo dois, hábitos para mudar por vez. Não seja radical, porque nós seres humanos não funcionamos dessa maneira. É preciso despender muita energia e força de vontade para a mudança dos hábitos, então pegue leve com você. Escolha dois hábitos pequenos e comece a mudar de pouquinho.

Pesquisadores dizem que é preciso 21 dias corridos para a mudança de um hábito. Se você faz a atividade apenas duas vezes por semana, não espere que em apenas 21 dias o hábito está implementado. Vá com calma e sem frustrações.

 

Criando um Habit Tracker

Agora sim você pode pensar em como irá criar seu Habit Tracker. Ele consiste em ter uma coluna para listar seus hábitos cada um em uma linha e várias colunas para representar os dias do mês – desse jeito, ó:

Escreveu hoje? Pinta o quadradinho do dia de hoje referente a escrita. Meditou? Leu um livro? Marque os quadradinhos relacionados a esses hábitos. Conforme vamos progredindo e tendo tudo preenchido, vamos ficando empolgados e mais motivados e continuar.

 

O meu Habit Tracker

Comecei usando um caderno (esse aí da foto no meu Instagram) – além de eu não ser muito boa nessas decorações manuais, logo de início me deparei com uma viagem que teria de levar o caderno mais todo o conjunto de canetas coloridas. Aí desanimei com esse formato. Então meu segundo mês de Habit Tracker ganhou a versão digital em uma planilha – disponibilizei através do Google Drive. Você pode fazer o download em formato Excel (menu > arquivo > fazer download como > microsoft excel (.xlsx)), criar uma cópia editável para o seu próprio Google Drive (menu > arquivo > fazer uma cópia), ou pode imprimir e preencher à mão. Mas se você é mesmo do papel e não tem jeito, no Pinterest e no Instagram tem várias referências bacanas.

A photo posted by Bruna Diniz (@workaulait) on

Porquê não usei um aplicativo para o celular

Sabe… Eu sou bem exigente com aplicativos – eles precisam resolver meu problema como um todo e não só um pedacinho. E nesse caso todos os aplicativos que baixei (e não foram poucos) não mostram o todo, ou seja, para acompanhar o meu desempenho preciso entrar hábito por hábito – diferente de uma planilha ou papel que vejo tudo de uma única vez. Esse foi o ponto crucial por eu não optar por APP, mas se não te incomoda, manda ver que tem diversos tanto na Apple Store quanto no Google Play – dá uma procurada por habit ou hábitos.

 

Agora sem desculpas para não conseguir ter novos e bons hábitos, hein? E se quiser saber mais, também falo desse assunto em Microresoluções para transformar sua vida, além de te dar uma ótima dica de leitura. :)

Então compartilha aqui comigo suas dúvidas, ideias e o seu próprio jeitinho de mudar seus hábitos.

  • Carolina De A S

    Bru, eu achei super interessante esse post, pois estou começando a fazer a 10 dias, um habit tracker de alimentação. Estou utilizando um APP para me auxiliar, o MyFitnessPal pois quero monitorar o que ando consumindo, não apenas calorias mais itens nutricionais. E coloquei uma meta pessoal de no sugar de segunda à sexta. E senti exatamente o que vc falou, há dias que consigo, dias que não, mas quando começo a ver que “preencho” mais sim do que não, ganho até estímulo para continuar. Uma gestão à vista para ter a consciencia e mudar os hábitos. E gostei das sugestões visuais, até para utilizar no trabalho. Ou não mais se enganar he he he. Adorei o post! Parabéns! beijos

    • Bacana, Cá! Dá pra usar em todo, se quiser. Eu gosto bastante desse tipo por visualizar o todo de uma única vez. A questão alimentar é bacana, mas eu já desisti de preencher o que como – acho que me trás mais resultado se meu quadradinho está verde ou não, tanto faz o que comi desde que esteja certinho, não é? :) Boa sorte em seus novos hábitos! :*

  • Leonardo Borrás

    Você conhece o Beeminder? Ele se conecta com o Todoist através do IFTTT! Ainda não testei, só recebi o e-mail do IFTTT

    • Não conhecia ele, não! :O Acabei de dar uma olhadinha lá e vou testar depois. :) Obrigada!